escuro

Trabalhe remotamente e ganhe em dólar com Programação – pt 8

No oitavo post da série falo como receber o seu pagamento em dólar e convertê-lo em real com o menor custo possível.
IBTI - Receber em dólar
IBTI – Receber em dólar

Fala pessoal, fazem aproximadamente 3 meses que não escrevo. Neste período muita coisa aconteceu e acabei nào conseguindo dar continuidade a série.

Mas enfim, no oitavo post da série Trabalhe remotamente e ganhe em dólar com Programação, falarei sobre um assunto muito relevante: como receber o seu pagamento em dólar e convertê-lo em real com o menor custo possível.

Aqui vale destacar que não estou fazendo a divulgação de nenhuma plataforma de remessa de valores e conversão de câmbio, apenas relato a minha experiência. Desejo a tod@s uma boa leitura!


1. Entenda como funciona uma remessa internacional

Na minha opinião, o primeiro desafio ao receber um pagamento fora do Brasil é entender a sopa de letrinhas BAN, BBAN, SWIFT, BIC e ACH. Realmente é muita coisa para se entender antes de poder receber remessas estrangeiras com confiança.

Vamos começar entendendo o que esses termos significam:

AbreviaturaSignificado
IBANNúmero da conta do banco internacional
O número da conta bancária internacional é um identificador único que ajuda os bancos a processar os pagamentos de pessoa para pessoa automaticamente. O IBAN contém todas as informações necessárias do proprietário, se uma conta bancária, como o número da conta, banco e informações de filial e código do país. Embora nenhum comprimento uniforme tenha sido estabelecido para os países da SEPA, o IBAN não pode exceder 34 caracteres. A maioria dos países, no entanto, tem diferentes comprimentos fixos. Nosso validador detecta automaticamente o país e a duração do IBAN para fazer uma validação precisa.
BBANNúmero da conta bancária básica
BBAN é a abreviação de Basic Bank Account Number. Ele representa um número de conta bancária específico do país. O BBAN é a última parte do IBAN quando usado para transferências internacionais de fundos. Cada país tem seu formato e tamanho específico do BBAN, dependendo de seus próprios padrões. Atualmente, não há nenhuma norma comum da UE ou outra norma que unifique o BBAN. Foi aqui que o IBAN foi introduzido para ajudar a padronizar as transferências bancárias internacionais.
SWIFTSociedade para Telecomunicações Financeiras Interbancárias Internacionais
É uma sequência de letras que visa, por meio de uma forma universal, facilitar as transações internacionais sobretudo entre países que não falam a mesma língua. Havendo um código único, há menos chances de erros e se torna mais fácil o trabalho dos operadores financeiros.

Exemplo: XXXXBREEYYY

-4 primeiros dígitos: código do banco.
-Dois dígitos sequentes: remete ao país em que o banco se situa.
-Dois dígitos sequentes: remete à localização do banco.
-Demais dígitos: referem-se à agência bancária específica.
BICCódigo de identificação bancária
O Código Identificador do Banco é um código internacional que os bancos usam para transações financeiras. Cada banco tem seu próprio BIC. Desta forma, as ordens de pagamento europeias e internacionais chegam automaticamente ao banco e agência corretos. O BIC também é chamado de endereço SWIFT ou código SWIFT. O BIC pode ter 8 ou 11 caracteres, dependendo de fornecer informações de ramificação.
ACHCasa de Compensação Automatizada
O ACH é um tipo de rede de transferência eletrônica de fundos usado nos Estados Unidos. Semelhante ao SWIFT na Europa, o ACH fornece compensação interbancária de transações de crédito e débito. A rede eletrônica da ACH ajuda bancos e instituições financeiras a trocar informações entre elas.
Fonte: IBAN e Wise

Agora que conhecemos os principais termos relacionados a remessas internacionais, vamos ver quando utilizar cada um deles.

2. Quando utilizar cada abreviatura?

Esse foi um ponto bastante importante que precisei entender no meu primeiro pagamento internacional 🤔

Irei colocar alguns cenários para facilitar o nesso entendimento:

2.1. Recebendo pagamentos em USD do exterior

Independentemente do serviço utilizado para receber as remessas do exterior, o seu prestador de serviço irá fornecer as informações específicas para identificar o roteamento da sua conta, sendo elas em geral:

  • Código SWIFT
  • IBAN (Número da conta)
  • Nome e endereço do banco
  • Seu nome e endereço ou da sua empresa (caso seja PJ)

Em alguns casos, o seu prestador poderá fornecer dados adicionais relacionado ao banco intermediário que irá redirecionar a remessa do exterior para o Brasil.

Segundo ele, apesar de não ser obrigatório, informar o banco intermediário ao seu pagador pode reduzir o risco de cobranças inesperadas de taxa SWIFT. O banco intermediário funciona como uma ponte entre o banco do pagador e o banco parceiro do prestador de serviço no Brasil. Seguem os dados do banco intermediário:

  • Código SWIFT
  • Nome e endereço do banco intermediário
  • Titular da conta
  • Número da conta

2.1.1. Após receber a remessa

Ao receber a remessa, o saldo ficará registrado na sua conta virtual e estará disponível para envio para uma conta local no Brasil. Um detalhe importante aqui é para contas empresariais PJ, tanto o serviço de remessa, quanto a conta do banco local no Brasil deverão estar sob o mesmo CNPJ, caso contrário, você não poderá realizar o resgate da remessa.

Além disso, cada prestador de serviço opera de uma forma diferente. Por exemplo: na Remessa Online você é obrigado a resgatar a remessa por inteiro, ou seja, se recebeu um pagamento de 1000 dólares, deverá resgatar os 1000 dólares de uma vez só. Já a Wise permite resgates parciais, ex: 500 dólares.

A dica aqui é acompanhar a cotação atual do dólar para realizar o resgate no melhor momento possível. Sempre tenha caixa disponível em BRL para poder aguardar o melhor momento de resgatar o valor em USD.

Nota: O ACH route é um código utilizado exclusivamente dentro dos EUA, portanto se você utiliza um serviço de remessa para o Brasil, provavelmente não precisará desta informação.

2.2. Enviando remessas de BRL para USD

Esta operação é bastante útil, principalmente se você pretende realizar compras ou viajar para o exterior. Ter saldo em moeda estrangeira é importante principalmente para evitar custos adicionais de conversão de moeda e IOF com compras feitas a partir de um cartão de crédito internacional.

Ao ter contas como Wise e Nomad, você pode manter saldos em diferentes moedas estrangeiras e realizar compras a partir de cartões de débito, tanto físico quanto virtual. No final do dia, a economia com IOF e taxas de conversão de moeda no cartão de crédito valem muito a pena.

Para realizar o envio de BRL para uma conta internacional, em geral precisamos das seguintes informações da conta internacional:

  • País
  • Moeda de destino
  • Banco
  • Código SWIFT/BIC
  • Número da conta
  • Titular da conta

Mais uma vez saliento a importância de acompanhar o câmbio da moeda.

3. Comparação de custos de remessa

Importante: Os valores abaixo foram utilizados apenas como referência no momento da escrita deste post. Eles variam conforme câmbio da moeda estrangeira e políticas internas de cada prestador de serviço.

Nota: Esse post não está sendo patrocinado por nenhuma empresa de remessa e câmbio online. O nosso objetivo aqui não é divulgar nenhuma empresa em específico, estamos apenas estipulando algumas comparações para ideia de custo.

Dólar de referência: 5.15290

Prestador de serviçoRecebimento
(em USD)
Custos totaisValor efetivo do dólarValor final
(em BRL)
Remessa Online1.000Custos da plataforma:
R$ 84,52

Impostos e tarifas:
R$ 19,26
R$ 5,055.050,02
Remessa Online (business)1.000Custos da plataforma:
R$ 51,02*

Impostos e tarifas:
R$ 19,39
5,08335.083,39
Wise1.00015,45 USD5.073295.073,29
Fonte: Desenvolvido pelo autor. Dados de 19/06/2022.

*O custo de operação efetivo para o Remessa Online Business é de R$102,56. Eles estão com esse valor promocional nas 2 primeiras remessas.

Existem outros serviços como:

  • Remitly
  • Skrill
  • Paysend
  • WorldRemit
  • Small World
  • Money Gram
  • Xendpay

Estas empresas possuem taxas tão atrativas quanto as do quadro acima, porém como nunca as utilizei recomendo uma pesquisa mais detalhada para verificar a procedência delas.

4. Para ir além

Recomendo pesquisar outras plataformas de remessa e conversão de moeda e compará-las para obter melhores taxas.

Vocês podem utilizar este comparador de serviços de transferência de dinheiro para o exterior: https://www.monito.com/pt/


Espero que estejam gostando do conteúdo disponibilizado para vocês, esperamos que os mesmos estejam agregando conhecimento e sendo úteis na sua carreira. Agradeço se puderem compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais! 

Aguardem os próximos posts com conteúdos exclusivos que estamos planejando para as próximas semanas!

Até logo!

Olá! Meu nome é Igor Brandão, sou formado em Tecnologia da Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Meus objetivos profissionais estão direcionados para desenvolvimento de projetos locais e/ou internacionais que envolvam empreendedorismo, pesquisa e criação de novas tecnologias. Pessoalmente, busco evoluir constantemente, estabelecer parcerias e oportunidades para novos negócios.
Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post Anterior
IBTI - Abertura de empresa

Trabalhe remotamente e ganhe em dólar com Programação – pt 7

Posts Relacionados